BANDA PELO MENOS

sexta-feira, 18 de maio de 2012

ESTRELA DE MULHER

ESTRELA DE MULHER, 
POEMA ESCRITO POR ORLANDO OLIVEIRA.

NA FOTO SID NA SONFONA, LANDO NO TRIÂNGULO DO MEIO E ESINHO NO OUTRO TRIÂNGULO, NO FORRÓ XOCÓ XIANDO.
NA FOTO SID NA SAFONA, LANDO NO TRIÂNGULO E ECINHO NO PUTRO TRIÂNGULO
FORRÓ TRAQUINO NO XOCOXIANDO.

EGLASIA  E ALEX NA ZABUMBA

SID, GUTGUT VALFREDO

EGLASIA
JOÃO PAULO, LANDO NO PANDEIRO E MAX NA LATINHA


Estrela de Mulher.
Lá depois daquela estrela
Ta registrado o nosso amor
Até mesmo no infinito
Vais ser sempre a minha flor
De passagem para o além
Nas bordas de um vulcão
Sinto calor no meu peito
Quando entoa nossa canção
A natureza ali mostrava
A força de uma paixão
Parecia meu coração
Que transbordava de emoção
Baixinho te falei
A lua é o nosso lugar
Por que quando me sinto só
É lá que vou te encontrar
Em tua boca encontro
O sabor de quero mais
É só falar que te amo
Isso já me satisfaz
Só aqui no nosso cantinho
Te digo com muito carinho
São teus beijos, teu suor,
teus calor e teu jeitinho
Diz que a paixão adoça
A falta que o amor faz
E que muito ainda é pouco
e pouco não satisfaz.
Cantando nossa canção
O amor se faz presente
É que naquele instante
Tudo fica diferente
Por favor, que parem o tempo
Não o deixe passear
Pois estou a te esperar
E poder-te ver passar
Com uma estrela de mulher
Á me banhar no luar
Minha musa inspiradora
Para sempre vou te amar.


Escrito em 26 de abril de 2012, por Orlando de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário