BANDA PELO MENOS

domingo, 11 de março de 2012

ANÁGUA de Juana














ANÁGUA de Juana
Tua saia tão pequena
Quase não dava pra dançar
Dava lance de relance
E o povo todo a te olhar

Batendo palmas com as mãos
A pisada no chão de barro
Era eu teu namorado
dançando sem parar
Lá se vinha um cavaleiro

Em cima do seu cavalo
Num galope galopado
Te chamou para montar
Eu fiquei a espiar
A montada que tu deu

Foi se borá o meu amor
Nos braços do fariseu
Minha mágoa foi tua anágua
Pois era tão pequenininha
Mal cabia minha gracinha

Era tu minha rainha
Um dia ela voltou
Querendo comigo falar
Chorava de fazer dó
Me pedindo pra voltar
De fato naquele dia

Ainda estava a pensar
Se tu voltasse pra mim
Eu iria te perdoar
Mas na hora da aflição
A comunidade a me olhar

Lembrei-me da ultima festa
Que saíste sem acenar
Pensei um pouco mais
Era minha decisão
Ter de volta minha paixão

e descansar meu coração
Aflito ainda estava
Pela aquela situação
De ver meu amor me deixando
Nos braço doutro pião

Foi quando pensei direito
Desse amor não sofro mais
Prefiro viver sozinho
A lembrar daquele rapaz
Que fugia com você

Em cima de seu cavalo
Levando quem mais amava
Minha flor de vestido rosado
Tomou rumo ignorado
Faz tempo que não te vejo

Pois até hoje o meu desejo
E te encher de beijos
Pra terminar essa história
Que um dia foi traído
E te ver partindo sem dó
A minha Joana que ficou no caritó.
Escrito em 27 de abril de 2012, por Orlando Oliveira
http://www.recantodasletras.com.br/cordel/3641595

PROMESSAS!




PROMESSAS!

Quando eu partir
Quero levar comigo um último olhar
Que seja o seu!
Pois quero morre nos teus braços
Sei que deixarei aqui o que mais amava
Só sentirei de não ter dado tudo que merecia.
Choras, choras de saudade
Não choras pelas promessas
Pois ainda te encontro
Para cumprir uma a uma.

Escrito em 12 de março de 2012, por Orlando Oliveira

http://www.recantodasletras.com.br/poetrix/3549203

sábado, 10 de março de 2012

DO NADA!

Do Nada!
NA FOTO ACIMA DAYANE e YGO MAX COM O TIO LANDO
NA FOTO ACIMA AUTOGRAFO DE CHICO QUEIROGA e ANTÔNIO ROGERIO
ANTONIO ROGÉRIO
EUGÊNIA, LANDO E SID, O MELHOR SANFONEIRO DE ARACAJU
NO PALCO CHIQUO QUEIROGA E ANTÔNIO ROGÉRIO



ALEXANDRO ESSE JOVEM DE SORRISO FÁCIL E CABELOS GRISALHO

SID SOLTANDO A VOZ
ALEX
CHICO QUEIROGA, LANDO E ANTÔNIO ROGÉRIO
LANDO E CHICO QUEIROGA
EUGÊNIA E CHICO QUEIROGA

MARCOS E LANDO
LANDO E VASCO NA CABEÇA
MEU AMIGO RICO JOÃO PAULO
CERSAR FROSS



Do Nada!

Encontro-me de prontidão
Esperando o fim do mundo
Na realidade o mundo já se acabou
Acho que não era nem nascido!
Naqueles tempos ainda se andava pelas madrugadas
Hoje me encontro atrás das grades
Fugindo do meu irmão
Com medo da escuridão
Mas eu não tenho medo!
O único medo que sinto é o medo de não ter medo
Por isso que tenho medo e isso não é bom
Resguardo-me, me isolo, me mato
Antes mesmo de ter nascido
Pois do nada tudo acontece
Até o fim do mundo.

Escrito em 26 de maio de 2011, por Orlando Oliveira.


O ARTISTA

O Artista
FRUTAS PARA ACOMPANHAR UMA CACHACINHA!

CENÁRIO DA BANDA PELO MENOS

FÁTIMA COM SEU SORRISO CONTAGIANTE
MAX EM PÉ, JOÃO PAULO, MOISEIS YGO MAX PREOCUPADO E DOIS AMIGOS
LANDINHO E LUMA
CESAR, TIARINHA, ALEX E UM AMIGO DE ALEX
MAX
LANDO
LANDO E SOCORRO
ALEX E PAULO
OLHA AI O SORRISO DO LANDO
SID PENSANDO TOCO AGORA O QUE?

EUGÊNIA E SUELY AS BEK VOCAL DA BANDA PELO MENOS
GALERA DE MAX
SÔNIA, SOCORRO E MOISEIS
DINOVO ESSAS DUAS, A JA SEI TAVA TOMANDO UMA E FOI.
LANDO E VALFREDO
EDNA,EU E SUELY
MAX NA ZABUMBA E LANDO NO TRIÂNGULO, NA CASA DE EDNA
LANDO E EU NO PRÉ-CAJU
JUNIOR, EDNA E LANDO
SEU RUI E LUMA DE OLIVEIRA
JUNIOR NO VIOLÃO E LUCAS
CAGENOL E TONHA
GALERA DO MAX
SID RINDO ATOA
SID E LANDO ANTES DE COMEÇAR A FESTA
LANDINHO E LUMA DE OLIVEIRA
GALERA DE PEDRO
SID
DR E PROFESSOR JUNTO DA ARTE
ENCONTRO DE TALENTOS E ARTISTAS
NA FOTO LUCAS, TALLITA E RUBENS NA ZABUMBA

LANDO, SIMONE, TIA DINEUZA, ZETE E DONA DILZA PASSANDO DE FININHO.
LANDO GANHANDO UM BJ DE SUA PRIMA NISSI E A DONA ZETE QUERENDO SER ESTRELA DA FOTO.
FAMILIA
GALERA

FILHA DO PRIMO BRUNO
MANA SELMA

PALCO DA PELO MENOS

O Artista

Para o artista meus aplausos, meu respeito e admiração!
A arte e a sombra são parceiros do artista
Alimente-se de arte
Se complete com música
A arte é o sonho na plenitude da viagem
Deixe brilhar seus olhos ao apreciar uma pintura, uma escultura.
Viajar no tempo apreciando detalhes de um museu histórico, absorvendo o aprendizado na experiência de uma tarde, uma cidade histórica, sua história.
Seja o ator solitário, seja na dança de grupos, no teatro de rua a alma incrustada no peito de quem carrega alegria se faz presente trilhando uma estrada a disseminar alegria, conhecimento e solidariedade por onde passar.
A arte une nações, raças e ideologias.
A arte cura
Respire arte e a paz se faz presente
Na leitura da arte de um livro um dos personagens é você
Use sua imaginação se colocando em cada cenário.
Faça ri os seus amigos, irmãos de sangue e irmãos do divino, se apresente, represente, fale de amor, cante feito pássaro livre e a vida se faz doce e seus sonhos uma melodia, onde a tristeza não tem espaço e nem vez.
Dentro de cada coração tem um artista escondido, pronto a se colocar na arte da esperança e doação a compartilhar sorrisos, suor e o próprio coração.
Seja você um artista todos os dias e receba os aplausos como recompensa.

Escrito em 29 de dezembro de 2011, por Orlando Oliveira

http://www.recantodasletras.com.br/artigos/3413340


Comentários

22/05/2012 11:20 - Sheila Vieira
Eu que agradeço Orlando. Então, queria que você desse uma olhada em meu blog e nos meus textos e me dissesse o que achas, o que preciso melhorar em aspectos gerais. Meu blog: http://trilhademim.blogspot.com/Se acaso puderes me ajudar, envia-me sua opinião para o meu e-mail: corasolsheila@hotmail.com. Agradeço desde já.
21/05/2012 06:37 - orlando [não autenticado]
Parabens a todos artista. Lando
 
27/01/2012 17:58 - Helena Frenzel
Olá, Orlando, obrigada por sua visita. Vim devolver rapidinho, por cortesia, pois há um bom tempo não navego regularmente pelo Recanto. Quanto ao seu comentário, o autor da foto do meu perfil foi (na época) um menino de 7 anos. Hoje em dia acho que ele não desenha mais, está virando adulto... Quanto a este texto, acho que vivo cercada de arte todos os dias; dos aplausos não faço questão, acho que até desconfio deles; fico mais segura quando não vêm, pois ai vejo que tenho que continuar melhorando he he he e sigo meu caminho sem querer agradar a ninguém mais além de mim mesma. De qualquer modo, bons conselhos esses do seu texto, vice?! Um abraço fraterno, sucesso prucê!
 
31/12/2011 06:28 - Li Oliver
Isso aí, todos nós somos um pouco artista!!!Beijão
 
31/12/2011 03:29 - Gilvania do Monte
Meu Deus, não consigo me imaginar sem arte, principalmente sem a música. Lindo texto, poeta. Parabéns! Feliz 2012.
 
30/12/2011 23:52 - Professor Edgard Santos
Orlando: A arte é o elixir da vida. Você decifrou muito bem o que significa arte e que o seu incentivo sirva para todos os que respirem, pois sem arte somos autômatos, sem direção ou objetivo. Arte é vida; é uma coluna de salvação para toda a humanidade. É um dos principais alimentos do ser humano.
 
30/12/2011 17:55 - Oliveira Rosa
Voltarei depois para comentar o texto........estou viajando e passando rapidinho para te deseja.......QUE 2012 PAPAI DO CÉU LHE CONCEDA A REALIZAÇÃO DE TODOS OS SEUS SONHOS.......QUE VENHA 2012 CHEIO DE PAZ E ESPERANÇA A TODOS NOS!! abraços