BANDA PELO MENOS

segunda-feira, 8 de junho de 2015

SAUDADES

SAUDADES

 
Antes da partida aflora a bandeira da
saudade...
Temos sim, que por os pés na estrada;
A história é ditada a cada passo.
Saudade, que nunca passa!
A cada passada a saudade cresse...
O que me conforta é transformar essa
saudade em poesia.
Saudade é uma doença que não tem cura!
Só sente saudade quem ama...
O homem e sua saudade, sua história.
O homem e sua honra...
Passou da hora a sua homenagem,
De valorizar suas virtudes e o seu talento.
Sua coragem, suas ações e suas qualidades.
Saudade se define em dor e história!
Toda dor um dia é passado.
A dor passa a saudade não.
Saudade é lembrar os raios coloridos
no olhar daquela dama...
É notória a energia, estando eu nos braços
dela...
Saudade da infância que não volta mais,
Saudade de uma mãe quando nos deixa,
Saudade de um amor que um dia o tempo
levou.
No futuro o hoje é tudo saudade.


Escrito em 28 de abril de 2015, por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 28/04/2015
Código do texto: T5222867
Classificação de conteúdo: seguro


VIDA

A vida é um circulo de vícios e destinos, atos e ambições,
sorte e compreensão de quem nos cerca.

Escrito em 13 de março de 2015, por Orlando Oliveira.


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.






Enviar por e-mail
Denunciar


Comentários

02/06/2015 12:57 - Angelly Negreiros
Boa tarde Orlando da banda Pelo Menos,
A cada escrivaninha que visito, mas encantada fico.
 Que pensamentos poéticos mais lindo...
Parabéns meu amigo. Siga em frente...!

18/05/2015 11:39 - Lianatins
A saudade dói em nossos corações,
é sonhar revivendo e acordar enquanto a alegria
continua adormecida...é ter a sensação constante
de que toda a angústia acabará em alguns minutos,
 dentro de um abraço!Excelente sua poesia amigo
 poeta Orlando!
Um bom inicio de semana com muitas realizações,
Liana.

15/05/2015 19:21 - Leti Ribeiro
Saudades de tudo que é bom lembrar e relembrar...
Assim é o coração do poeta,
deixo um terno abraço querido amigo Orlando,
Deus te abençoe!

09/05/2015 18:03 - roselves Alves
A sua sensibilidade escreveu um poema profundo.
Lindo mesmo. Veja que desfecho : ¨
No futuro o hoje é tudo saudade ¨
Essa frase é de um valor inestimável.
É o tipo de frase pra se perpetuar de tão real que é.
 Tem Poeta que deixaram frases que foram garimpadas
de seus poemas. Pra você ver...
Tem um poema de Fernando Pessoa qual não sei o nome.
E muita gente não sabe.
Mas há uma frase do seu poema que vive ecoando sempre. ¨
Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.
 Mais uma palavrinha referente : Saudades - Brilhante!

06/05/2015 21:30 - Ivan Boccanera
Muita Sensibilidade e inspiração construindo
 uma obra prima de literatura1 Bravo! Parabéns!
obrigado pelos comentários feitos ao meu poema1
 abraços fraternos, volte Sempre! Ivan.

04/05/2015 17:32 - MarleneToledo
Amigão,quanta sensibilidade e sentimentos misturados...!
tempos idos...voltar,não voltam não!!
Um grande e carinhoso abraço

04/05/2015 09:19 - igs
Meu amigo poeta que poesia magnifica contendo
verdades, quando chega a saudade nos foge a
alegria, meus parabéns e uma belíssima segunda feira...
Israel

04/05/2015 08:24 - ELIE MATHIAS
PRIMOROSO , BELO E SAUDOSO POEMA,
INSPIRADO COM MUITO BRILHO.
UM ABRAÇO ORLANDO.

02/05/2015 10:40 - Jô Pessanha
Que a saudade que dói em seu coração seja o
 combustível de amor, paz e esperanças.
Parabéns amigo Orlando, bela poesia. Um abração.

01/05/2015 22:32 - Fila Sabino Azevedo
Belo texto! Sensível, arguto e expressivo!
Penetrante! 'Explicitante'! Parabéns, poeta!!
Abraço!

01/05/2015 18:20 - jcoelho
Linda poesia, parabéns amigo poeta,
um grande abraço e Deus lhe abençoe.

01/05/2015 18:07 - ELIE MATHIAS
Primor , sábio e saudoso poema,
inspirado com talento brilhoso. Um aplauso Orlando.

01/05/2015 01:20 - Maria Aranilda de Araújo
SE OBSERVARMOS, TUDO EM NOSSA
VOLTA É MOTIVO DE SAUDADE.
SAUDADES DE NOSSA INFANCIA,
ADOLECENCIA , DE QUEM SE FOI...
É UMA CONSTANTE DOR,
PRINCIPALMENTE DE QUEM PASSOU
PELA NOSSA VIDA E SE FOI,
SÓ TEMOS MESMO HISTÓRIA PRA CONTAR,
E ASSIM VAMOS FAZENDO NOSSA HISTÓRIA.
 BELÍSSIMO POEMA AMIGO, PARABÉNS,
 AMEI!!! TE CONVIDO A OUVIR O MEU ÁUDIO,,,
ABRAÇOS, ARANILDA

30/04/2015 16:08 - Cândido Paulo Domingues
Parabéns mestre Orlando pelas palavras,
belíssimo pensamento. Abraço.

28/04/2015 04:45 - HENRICABILIO
quanto maior a sensibilidade, maior a saudade
que nos invade. 1 abraç0o! _Abílio


Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 53 anos
754 textos (22939 leituras)
4 áudios (116 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
última atualização em 09/06/15 01:01)
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
 Que te amo não tenho duvidas;
Pode sim acreditar.
São promessas que te faço...
Nos neus planos sempre estar.
 MANA SÔNIA
O sorriso era uma constante, sentia-se o cheiro de felicidade.
GOSTAVA DE DANÇAR

LÁGRIMAS
Brotada do sentimento!
Chega anunciando saudade;
Ou pela emoção da presença;
Ou pela dor da partida.
 NÃO PARAVA

Lágrimas brotada pelas lembranças
As vezes vem sem motivo algum
Outra, por lembrar-se do seu amor
Que do teu coração aflorou...
Um encanto, uma suplica, um desabafo;
Um apelo a Deus, sobre mil soluços...
Só romantismo embutido nas palavras...
ou nas lágrimas que caem.
 CANSAVA QUAL QUER UM
 
É o sonho do menino, do homem
E de todos que de liberdade suplique...
Lágrimas que passa uma vida a brotar;
Mais nunca deixa de amar.
 LINDAS
Um dia recheado de margaridas, representadas por deusas,
mães , esposas e filhas... Mulheres que jamais esmorecem,
corajosas e sem sentirem medos. Ato que demostrava suas
forças através do olhar.
 
 
 CUNZINHAVA MUITO BEM

De rico ficou pobre;
Aquela sua flor morchou;
Só o perfume restou;
Um beijo no pé conformou...
UMA DAS ULTIMAS COMIDAS

Minha estrela brilhou quando a cantoria também se fez presente.
Minha estrela brilhou ao sentir o ar de felicidade no coração de
quem ali se fez presente.
Minha estrela brilhou, ao experimentar da doçura de cada segundo
que se passava ao lado da amada.







 GOSTAVA DE CARNAVAL

O QUE SOMOS?

Designação comum à predileção
Destinado a transmitir a chama
Para ignição da paixão...
 
 VISITAVA OS IDOSOS

Somos o estopim dessa bomba
Somos o pavio das encenações
Eu sou o calor, tu ES a luz.
 
 SEMPRE DANÇANDO

Somos a brasa em dias de chuva
Somos o brilho que foge os olhares
Somos maquinas de amar e produzir
Produzir calor, suor e vida
CARINHOSA

Somos jogadores frente a frente
Somos o desafio em noite de lua cheia.
Somos fogo de palha;
Somos a palha seca;
Somos teto do barraco;
Somos impermeável quando estamos sós.
 DANÇAVA COM TODOS
O que restou se não estender as mãos ao Céu e agradecer de
punhos juntos.
Deus, obrigado por nos proteger, por nos amarmos tanto, diante de
tamanha beleza vinda de tuas mãos.
 
 
 LINDA, SUA ALEGRIA CONTAGIAVA
Enquanto da natureza se deliciava,
podíamos nos confraterniza em emocionantes abraços.
 CUIDADOSA COM AS NETAS

O sorriso é sagrado, defenda de qual quer situação,
não permita que lhe roubem.
AO LADO DO PAI E DA SUA MÃE
Em meu pensar viajo a velocidade da luz e
estaciono sempre no coração de quem eu penso.
 ADORAVA CARNAVAL
Primeiro momento da saudade é no adeus,
esse registra a vontade de ir junto ou de ficar.
CANTAVA

VEM COMIGO AMOR!

Excursionar e registrar em fotografias,
sem medo de ser feliz.
Deixa de lado as magoas e sair da
solidão.
SE FANTASIAVA

Se dê uma chance de ser ventura;
Faça sorrir o coração
Vem comigo amor...
Entre as pontes que te conduz
ao paraíso.
 
 GOSTAVA DE CASA CHEIA
Eu sou o lastro onde pisas,
E eterno seja o amor...
Sorria, tenha um bom dia!
Espalhe esse bom dia
Viva o nosso bom dia...
Vem comigo amor!
 CURTIU MUITO
Chegou a hora da percepção
Chegou a hora de ser feliz
Chegou a hora de sonhar
Vem comigo, vamos voar.
 DEIXOU SAUDADES
Abra tuas assas.
Faísca de fogo vira fogo
E o fogo é o amor presente
ME SEGURA SE NÃO EU CAIO.
Renovados para prosseguir
Entre as linhas do arco-íris
Escorregar nesse tobogã de luz
E colorir a vida.
DANÇA DA MODA E COREOGRAFIA
Parabéns.
Meu amor Parabéns!
O destino
ele nos contemplou.
Encantado!
e de pé já estou
para ti aplaudir.
 CONVESAVA E ANIMAVA A TODOS

DIA SEGUINTE

E depois do pôr do sol?
Agricultaria o teu ser
Como se não existisse o amanhã
A teu lado e feliz exalaria até o último suspiro.
AJUDAVA TAMBÉM

Nem tudo é o fim do mundo
Nem tudo é o fim
Somos matérias dessa mesma metamorfose
Em notável mudança de um amor inaudito.
PESCAVA POR ESPORTE

Saíste das águas feita sereia
Em chuva de fogo que caiam do céu
Direto para um drinque e um convite
Uma dádiva, uma miragem, um sonho...
 
Antes mesmo do sol se pôr
A tua fragrância, a tua cor e o teu sorriso se
comtemplaria as horas que em alta velocidade
passava.
 
 NÃO DEIXAVA PASSAR UM ANIVERSÁRIO
 EM BRANCO.

Ceifando-me o peito de todo amor colhido
Atribuído e compartilhado de um momento em
que o amor de quem a merece se fez mais vida.
 FAZIA QUESTÃO DE CONVIDAR A FAMÍLIA
 
Fez-se a verdadeira felicidade
Que em memorias serão lembrados a cada
Amanhecer hoje e sempre.
 GOSTAVA DE TODOS OS MEUS AMIGOS
 
 FAZIA SEU NATAL COM CLASSE
AMAVA SUAS FILHAS
 SORRIA SEMPRE

Somos luz e energia nesse tim, tim
Somos afeto que contagia
Somos esperança se renascendo a cada dia
Somos primavera se renovando enamorados.
Tim, Tim.
 LINDA
São imaginações pescadas aos ventos
Na mais alta expressão do pensamento.
Regozijo de pé o teu talento ó doce amada!
Eternizando poesia a contento.
 GOSTAVA MUITO DE MIM

Que Deus se faça presente em minhas suplicas
Que Deus te faça feliz por mais tempo
Que Deus te cure de suas enfermidades
Ou te conforte de bons pensamentos.
DAÇAVAMOS MUITO

Somos um enquanto as bocas se transpassam.
Somos o que gostaríamos de ser
Enquanto sonhos de noite ainda adormecida.
"Somos nada diante de tudo"
Somos tudo um para o outro.
 FAZIA POSE E MOSTARVA SUA BELEZA

Amizades eternizadas!
Na gratidão dos carinhos devotos.
São pedaços de carne nobres,
São melodias suavizadas.
 AMAVA A CUNHADA

Só pode ser do coração
De onde vem toda canção
Ao sino do encanto
Nos oásis da invenção.
 E ASSIM ERA A SÔNIA

Usou como bússola a intuição
Por pura emoção poética
Entusiasmado com profunda beleza.
Superando toda graça ou intuição poética.
AVÓ E MÃE CUIDADOSA

Na mais complexa composição poética
Inspirada á contento do amor
Nas acomodações de corpos
Uma melodia a luz de velas
Arrimo de família, satisfação.
 AMIGA DE TODAS AS HORAS

Namorar é uma poesia...
Quando o amor se faz único entre seres
Dois corações em sintonia
 E TOME FORRÓ

Mil apeteço de dois
São beijos apaixonados
São olhares infinitos
São silêncios intermináveis
São perguntas sem respostas
Apenas a satisfação se mistura a adrenalina
FIQUEI CANSADO MAS AMEI

Estando muito bem acompanhado;
A discutir futuro entre palavras de amor.
Planos e planos exigindo a felicidade;
Essa por mais tempo, ou o tempo de Deus.
 E TOME XOTE
Namorar é uma poesia...
Aquela dos sonhos se realizando
Na pratica de mais uma composição.
 AQUI ESTAMOS FELIZES

Já se imaginando a próxima vez
Planos traçados na renovação da promessa
De não soltarmos as mãos.
Namorar é uma poesia...
 TROQUE, TROQUEI DE NOVO

DESCANSO DE POETA

Poeta descansa nas palavras ainda não ditas
Nos lábios de margem carnuda e vermelha de
uma donzela;
No universo e no conjunto de tudo.
NÃO PARA
Nas sombras das roseiras floríferas, perfumadas.
Na ponta do lápis, na folha do papel cor do céu.
Descansa nos rubis, nas esmeraldas, nas safiras,
ametistas, e nos diamantes de amores vividos.
 ADORAVA DANÇAR E SEMPRE PEDIA VOLTA

Nas águas cristalinas jorradas da nascente de
um sorriso; No sol que empolga o planeta.
Nas histórias vividas em felizes momentos...
Momentos de amor, de prazer e de vida.
 SEU MUNDO
 
Nas rochas resistentes a intemperes.
Na sombra de uma jaqueira;
E no som de uma viola ou da sua sanfona.
MEU IRMÃO E NOSSA MANA
 
Nos poemas e contos de outros poetas;
Nos sonhos, nos campos e nas asas de
um beija flor.
 O QUE ESTAVA PENSANDO?

Nas estrelas que brilham por entres as
brechas das nuvens escuras;
Nas gôndolas mais românticas de Veneza.
Na fé que deposita no Criador;
 EU SOU LINDA

Na luz do renascimento de uma criança;
No doce, no mel que lambuza o corpo do desejo.
Nas pinturas traduzidas das paisagens.
No deserto da sua solidão.
 ORLANDO FAZ UMA FOTO E MANDA PARA
 TIA DINEUZA

Poeta nunca descansa! Toscaneja...
Entre um cochilar e outro renascem da
realidade ou na aparência de uma nova poesia.
 MAIS UM PARABÉNS...

O QUE SOMOS?

Designação comum à predileção
Destinado a transmitir a chama
Para ignição da paixão...
 E FOI?
Somos o estopim dessa bomba
Somos o pavio das encenações
Eu sou o calor, tu ES a luz.
O QUE SOMOS?
 Somos a brasa em dias de chuva
Somos o brilho que foge os olhares
Somos maquinas de amar e produzir
Produzir calor, suor e vida.
 
 O QUE SOMOS?
Somos jogadores frente a frente
Somos o desafio em noite de lua cheia.
Somos fogo de palha;
Somos a palha seca;
Somos teto do barraco;
Somos impermeável quando estamos sós.
EU E ELA
 “As ações do amor não permitem a ilusão”
Gestos são ações reais com efeito máximo.
Gestos contemplam todas as palavras
Palavras no degustar de taças de vinhos.
Tim,Tim...

FUTURO!

Seja bem vindo futuro
Admirando o passado ainda estou;
Desejando nesse presente,
Estar à frente de tua face.
 MAIS EU E ELA
Interpretando os olhares!
Indultando e libertando o amor;
Para toda benevolência existente.
Seja bem vindo futuro!
 SÔNIA E REGIA
Sinto-me anseio com vossa promessa.
Antes mesmo que tu venhas;
Eternizarei minhas convicções intimas
Com o sabor do mel das bocas.
Bocas que se osculam.
DÓ, TONHA E ROGÉRIO
 
Venha trazendo esperança viva.
Venha seu futuro;
Se faça presente e maduro;
Nesse mar de ventura.
 
 DEIXA EU FAZER UMA FOTO

Faça bater minhas asas;
Despindo meu corpo;
De todo peso imaginário.
Seja bem vindo futuro.
Para quem eu mais amo.
Presentear benevolência.
SEMPRE ELEGANTE
 
Tão incerto é o futuro
Enérgico como vulcão.
Adepto a fruto maduro
Feito assanhaço no mamão.
 
 MAIS DANÇA
Mil noites de Insônia.
Vivendo sempre notório
Uma esmeralda a ser lapidada
Em busca de futuro, brio.

Escrito em 22 de março de 2015, por Orlando Oliveira.
ARROCHA
 
Hoje a história se repete
Criança virando gente.
Mortificados pelo tempo
A conquistar sua solidez.
 AMAVA AS SOBRINHAS

Poetas diáfanos são muitos
De louco!
Todos têm um pouco...
De muito que admira os loucos.
 LUMA EM ESPECIAL

Sobre o meu luar
Existe um céu estrelado
Estrela se comunicando
Em brilho, sorrindo e sonhando.
E ASSIM FOI
 
Num gesto agradeceu;
Outro beijo que deu; Esse no rosto,
que nunca mais esqueceu...
Lágrimas, caídas na hora da despedida.

 



 

DORMINDO FOI MORAR COM DEUS.
 Os poetas e poetisa nem sabiam;
Era o início de uma nova inclinação;
Desvelar seus corações aos julgamentos;
Sem se importar com sentença ou proposição;
Seu sentimento era registrar;
O que um dia se chamou de poesia.
MANA SÔNIA, TU PARA MIM
FOI UMA POESIA.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário