BANDA PELO MENOS

domingo, 30 de novembro de 2014

PONTO DE REFERÊNCIA

PONTO DE REFERÊNCIA

O Importante é tudo aquilo que disrespeito a atenção.
Dê ouvidos a um ser e ele se transforma em amigo.
Louvável, estimado, respeitoso, valoroso, são as referências
de um de ser educado, são seus pontos de referências.
Seu ego! Por que não?
Conceitos elevados ou lisonjeiros; deferência,
muitas vezes confundidos com delicadeza aos extremos...
Os portadores de conduta não comum ou seja,
é o Processo do desenvolvimento da capacidade física,
intelectual e moral do ser humano em geral.
Visando à sua melhor integração social.
O que queremos em troca?
Fecundo e inventivo temos que ser... O dom não é regra,
porem a criatividade a todos dizer respeito.
No amor, por exemplo, a hora é agora, amemos então.
Mente positiva e voz ativa.
É preciso elogiar para satisfazer o ponto de referência.
É preciso sorrir de si mesmo e amar na urbanidade antes
de tudo.
O mundo seria de paz se mais pessoas comungassem dos
mesmos sentimentos.
Quais os benefícios de nós importarmos com o próximo?
O eu de qualquer indivíduo é o ponto mais importante do
saber viver...
Somos egoístas, ignorantes ou sem ponto de referência?
O nada a ver, estou nem ai, e que se exploda o mundo...
Minha casa não alaga!
Tenho o meu automóvel!
E minha ceia está garantida.
E o meu irmão?
Ponto de referência não é apenas um pequeno sinal
semelhante ao que a ponta de um lápis imprime no papel,
mas algo igual e incomum de cada ser humano que se diz
humano.
Ponto de referencia é o valor ou grau de consciência que se
mede seu ego ou o tamanho do seu coração.


Escrito em 17 de novembro de 2014, por Orlando oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 18/11/2014
Reeditado em 18/11/2014
Código do texto: T5039885
Classificação de conteúdo: seguro


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado
 crédito ao autor original (Endereço da obra Recanto das Letras de Orlando Oliveira.).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Enviar por e-mail
Denunciar


Comentários
19/11/2014 11:17 - CONCEIÇÃO GOMES
É verdade poeta, e essas referencia nos são dadas
pelos nossos pais, pela comunidade, pela sociedade.
Mas é preciso saber discernir os valores que norteiam
nossa vida.
19/11/2014 08:35 - jcoelho
Grande pensamento, parabéns, um grande abraço.
18/11/2014 20:56 - Jô Pessanha
Querido poeta amigo com certeza você é um ponto
 de referência pelas suas obras poéticas para muitos
 aprendizes iniciantes no Recanto das Letras assim
como eu. Um fraterno abraço.
18/11/2014 15:17 - Lianatins
Magnífica sua poesia amigo poeta Orlando!
Admiro demais a sua forma de escrever,
há momentos na vida em que temos longas asas,
podemos alçar extensos vôos, mas nossos limites
são determinados pelo peso das bagagens que a vida nos dá...
Saber viver intensamente o momento de deixar que
"O mundo seria de paz se mais pessoas comungassem
dos mesmos sentimentos", eis o destino da vida...
Um abraço de paz deixo,Liana.

Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 52 anos
713 textos (21637 leituras)
4 áudios (110 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
última atualização em 30/11/14 15:28)
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS

APENAS MAIS UM DIA!

APENAS MAIS UM DIA!

Amando sei que estou...
Não sei por que, nem por quem!
Apenas detalhe!
O amor e os detalhes.
São telhados de vidros
São estrelas no céu
São nuvens escuras
São passados de mel.
São casas ao tempo
Cheiro nauseabundo,
De malas prontas.
Só a história a carregar
O passado revirado comparado com o agora;
Inventamos o replay da vida
Faça valer apena os bons momentos!
Viva por eles, reprise!
Saíba pedir e receber...
Perdoe, aceite o perdão.
“Nenhum problema pode ser resolvido
usando o mesmo nível de consciência que o criou”.
A gravidade em qualquer ocasião sempre me eleva.
Quando estou procurando a felicidade!
A felicidade é apenas mais um dia.


Escrito em 19 de novembro de 2014, por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 21/11/2014
Código do texto: T5043109
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar,
desde que seja dado crédito ao autor original
(Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Oliveira.).
 Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.

Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários
27/11/2014 22:05 - Misrael
Viver sempre o nosso hoje é a melhor maneira
para encontrar a paz. Gosto de voltar ao passado
e voltar de lá bem rápido, trazendo para o meu
hoje somente o que é bom. Se o amanhã chegar
para mim, vou vivê-lo com muita intensidade,
porque realmente é apenas mais um dia.
 Parabéns amigo, um grande abraço.
26/11/2014 20:12 - Lianatins
Fascinante teu pensamento poeta Orlando,
amar é sempre maravilhoso!
Fala do amor de uma forma que traz a paz,
com uma doçura especial e todo o brilho da tua alma!
Parabéns, é sempre um prazer ler-te!
Um abraço fraterno deixo,Liana.
26/11/2014 18:09 - Ilmar
Preciosa inspiração, amigo! Sensacional! Um abração!
21/11/2014 00:47 - Claudynha
E que pensamento!!!
Amo quando leio um texto e sinto a alegria jorrando
de dentro pra fora, é um prazer que não se pode medir...
Resta-me aplaudir teus versos encantadores. :-)Bjimmm
 
Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 52 anos
713 textos (21637 leituras)
4 áudios (110 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
 última atualização em 30/11/14 15:28)
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
 
 

sábado, 29 de novembro de 2014

SILÊNCIO

SILÊNCIO

Dentro do meu silêncio
Alimento-me...
De paz, vitalizo-me
No meu silêncio eu me escuto!
Aconselho-me...
Somo; Corro; Moro e Vivo;
Momentos de taciturnidade...
Silêncio lubrificado de sons.
Dos mais barulhentos aos mais suaves...
Dou meus coices!
Tenho privacidade
Repriso meus segredos
Privo-me de palavras
Organizo as bases
Envelheço e viço...
Gozo e no gerúndio continuo gozando.
No meu silêncio acordo;
Arquiteto;
Choro...
No meu silêncio encontro Deus.
No meu silêncio me transporto
Em viagem e sonhos intermináveis.
No meu silêncio paredes não existem
Meus olhos vêm os seus
em vitalidade e desejo.
Escrito em 25 de novembro de 2014, por Orlando Oliveira.

ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 27/11/2014
Código do texto: T5050109
Classificação de conteúdo: seguro


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Enviar por e-mail
Denunciar


Comentários
29/11/2014 09:04 - Sô Lalá
Uma linda poesia dentro da linha intimista.
Li na linha espiritual,
que no silêncio Deus fala aos nossos corações.
Um abraço e um bom fim de semana.
27/11/2014 22:00 - Misrael
O silêncio faz bem para o corpo, alma e mente,
 é nele que acontece o maior do nosso autoconhecimento.
Parabéns Orlando, muita sabedoria falando do tão sonhado
silêncio que nem sempre podemos tê-lo. Um grande abraço.
27/11/2014 18:01 - Lydiene Maryen
UUAAUU!!
Me sinto em privilégio ao ser a primeira a comentar
o que realmente senti aqui...
Ah! Caro Poeta; que silêncio mais cantante e falador...
eu fico aqui extasiada diante do seu silêncio o escuto e me calo...
Sabes mexer com as letras e com corações...
Lindo!!! Carinhosamente beijos mil- Ly.
27/11/2014 12:47 - jcoelho
Linda poesia, parabéns, um grande abraço. e Deus lhe abençoe.
27/11/2014 06:59 - Ísis Dumont
Que coisa mais linda, poeta!!!!
É no silêncio que, muitas vezes nos conhecemos melhor,
 nos encontramos com nosso eu, e viajamos a "lugares"
 que só nossa alma conhece! Parabéns!!
Forte abraço nesta manhã (incrivelmente) chuvosa por aqui!
Bom dia, Orlando!!!!


Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 52 anos
712 textos (21618 leituras)
4 áudios (110 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
 última atualização em 29/11/14 11:33)
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS

sábado, 15 de novembro de 2014

CONSTRUINDO E ETERNIZANDO SONHOS

CONSTRUINDO E ETERNIZANDO SONHOS

O antes e o depois: “Moda da consciência”
No durante é como assistir no cinema,
sozinho a paixão de cristo de Mel Gibson.
Todo flagelo são os transtornos no desenrolar
da construção;
De mãos calejadas, cansaço nos ombros,
muitas vezes desânimo, mas desistir jamais...
Sonhos imaginários e a certeza de boas colheitas...
A história esculpida em paredes inexistentes;
A comprovação da firmeza do alicerce.
Nada seria concreto sem as mãos calejadas de todos.
Pois no final a partilha de cada tijolo está
garantida no reboco dos mesmos.
Do suor de cada um ao repartir o bolo,
debaixo de uma salva de palmas,
na hora do agradecimento, afinal somos construtores
de sonhos e de castelos, e sendo castelos temos Rei,
Rainha, torre, bispos, príncipes, princesa e peões.
Do topo da torre onde o ar é sempre mais puro,
com sua beleza incontestável da paisagem,
lá bem mais próximo de Deus,
se agradece com uma prece silenciosa.
Considerando todo esse elenco abençoado,
felizes, somos a união entre poeira e barulho das
pancadas da marreta.
Somos a união na discórdia, nos acertos,
mas principalmente na concórdia.
No final! O final não existe...
Fracionemos as etapas que por suas vezes são
continuadas no tempo, como sonhos não realizados
a contento, por não ter alcançado o próximo estágio.
Por sua vez, terão continuidade por outras mãos
ainda sem calos.
Construir e eternizar sonhos são projetos feitos poesias
que de sonhos em sonhos a festa acontece em um
determinado ponto, esse que ainda não é o ponto final.
O antes era apenas sonho, o depois vem como forma
de sorrisos, pois um dia um novo príncipe surge
como que das cinzas, ai que realmente o sorriso brota.
E finalmente contemplarás a leitura já estando
completamente apaixonado da construção de mais
um sonho eternizado.

Escrito em quatro de novembro de 2014, por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 04/11/2014
Reeditado em 04/11/2014
Código do texto: T5022596
Classificação de conteúdo: seguro



Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.






Enviar por e-mail
Denunciar




Comentários
15/11/2014 17:12 - Jô Pessanha
Que nunca paremos de sonhar e construir o
sonho em realidade. Um fraterno abraço.

14/11/2014 22:05 - Misrael
Caro Orlando, sua poesia nos mostra que
sonhos e realidade vivem em um paralelo constante,
jamais construiríamos algo se não sonhássemos.
 Parabéns pela bela construção e um grande abraço.

13/11/2014 22:36 - Joel de Sá
Parabens pelo maravilhoso texto poético.

13/11/2014 15:28 - Rosilene Lima
Paasando pra apreciar sua obra ,
que magica inspiração , parabéns , até mais .

13/11/2014 14:25 - Chagaspires
Um texto maravilhoso repleto do amor de
DEUS por todos nós. Boa tarde.
Eternos sonhos da humanidade.

11/11/2014 18:26 - Ilmar
Mágica inspiração, amigo! Um grande abraço!

07/11/2014 08:35 - ELIE MATHIAS
Sonhos dourados a realizar com certeza
brilhantemente narrados. Um forte abraço orlando.

06/11/2014 21:31 - MarleneToledo
Sempre expressivo e consistente;mais uma
poesia elaborada com todo o talento de quem
 realmente sabe!Um carinhoso abraço meu amigo

06/11/2014 11:00 - Lydiene Maryen
Em festança;Reverencio e aplaudo em pé...
Momentos eternizado por seu escrito....
Amei ler e sentir...Lindo!!!
Carinhosamente beijos mil-Ly.

04/11/2014 15:11 - DOCE VAL
Meu caro Orlando,
não podemos esquecer que é o labor das mãos
de homens simples , que saem o pão que nos
alimenta a alma e o espirito...Bela e reflexiva poesia!...
Beijos no coração ,paz e luz.

04/11/2014 13:17 - Irlene Chagas
Mágica inspiração, querido! Mil aplausos!
Um abração!Parabéns anjo lindo,
muita luz e paz no teu coração!

04/11/2014 11:09 - Marta Cavalcante Paes
ORLANDO amigo da poesia. Veja o refrão desta música:
 " Viver!E não ter a vergonha/ De ser feliz/
Cantar e cantar e cantar A beleza de ser/
Um eterno aprendiz...". E a vida nos ensina que
somos capazes de cair e recomeçar,
nos permitindo sonhar e acreditando nos sonhos.
Parabéns pela linda inspiração. Abraço poético

04/11/2014 07:30 - Jô Pessanha
Aplausos Orlando, belo texto digno de aplausos de pé.
Construindo sonhos belos no desejos de se materializar
realmente. Um fraterno abraço.

04/11/2014 06:51 - Shirley Nazareth
Oi. Bom te ler meu amigo..


Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 52 anos
708 textos (21515 leituras)
4 áudios (110 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
última atualização em 15/11/14 05:11)
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
 MINHA ESTRELA, MEU TESOURO
 CAMILA LINDA, LANDO E EUGÊNIA
 TODOS
    CURSO DE ESPAÇO CONFINADO
    GUIADO PELO SOL EM BUSCA
   DA ROSA     PELO NAVEGAR ESTRELAS
   E UM BARQUINHO A REMAR.
    MARAVILHOSO ALMOÇO
 ANTES DA CAPOEIRA
 
 SOU BONITO TU ES LINDA.
 SOMOS LINDOS, SOMOS AVES, SOMOS
 CARNE, SOMOS VIDA. SOMOS PAI E FILHA
 DONA DILZA DE DONA EU!
 PRAIA DO FRANCÊS
 EM MACEIÓ
 ANDREIA E LUMA
 SR RAIMUNDO, DIGO SEU EDMILSON!
 LINDOS DO PAINHO E DA MAINHA
 LANDINHO, TETEU E LUMINHA.
 LUMA E MATHEUS
 VOLTANDO DA PRAIS DO FORTE
 EU E LANDO.
 SAUDADES DESSE POVO
 SR ALOISIO
 EU E DONA DILZA
 NO CINEMA COM A EU E MINHA MÃE
 MINHA CUNHADA GELMA
 MEU AMIGO ARNALDO
 A GATA MANA, SELMA
 RAFAEL, RAFAELA E ELY
 LUCAS, RAFAELA E RAFAEL
 MEUS PRIMOS, SOSSÓ HELINHO
 LEGAL, LANDO CHEGANDO DO TRABALHO
NA CASA DE LUIZ.
 NA MISSA
 LANDINHO SOLTANDO A VOZ !
 EU!
 LANDO E LUMA
 LANDO, LUMA E EU!
 SÓ FELICIDADE
 LANDO NO POVOADO AUDEIA
  COLEGAS DE TRABALHO EM MOMENTO
  DE CONFRATERNIZAÇÃO
 LANDO E EUGÊNIA
 LANDO RECEBENDO AMIGOS NO COND.
PORTAL DA BARRA
 OBRA DE ARTE DE LUMA DE OLIVEIRA.
 LANDO E EU
 LANDO E SR PAULO
 LANDO.
 UM BRINDE!
 LANDO E EUGÊNIA
 FUTURA GERAÇÃO
 REUNIÃO DE FAMÍLIA
 EU E LANDO, AO FUNDO O VELHO CHICO
  QUEM É A MAIS LINDA? TODAS
 SÁLVIO, AMIGO SANFONEIRO
 SÁLVIO
 LINDAS, MÃE E FILHA
 LANDO, NANDO E EU
 LEMBRAÇA DE PIRANHAS
 LANDO, EU E SÁLVIO
 RICONDE LANDO
 RINCON E EUGÊNIA EM PORTO DE
 PIRANHAS
 NO DEDINHO DE PROSA COM O AMIGO
 VANESSA, FILHA DE RICARDO E DE LEITE
 DE EUGÊNIA
 AL, MEU PAI
 EUGÊNIA E DONA DILZA, LINDAS
 AMIGOS DO PEDRAS DA BARRA
A LUA