BANDA PELO MENOS

domingo, 23 de setembro de 2012

LÚCIDO!

LÚCIDO!

Ensaio sensual de poesia dividida!
Hoje a percepção de sexo mudou...
Através da percepção um indivíduo organiza e
interpreta as suas impressões sensoriais para
atribuir significado ao seu meio.

Sufocado com tantas palavras que não podem ser ditas,
mas o meu amor falou pra mim.
Invisível é tua forma, inconseqüente são os teus atos e eu!!!
Compartilhados a décadas.
Sentimentos dosados, beijos bem dados.

Amor retribuído, nas histórias e confidencias.
Esperança de rever, saber ir, saber voltar e sempre volta,
pois quando acontece é feito brisa nova de ventos suaves.
És sonho, És real, quem És?  É o amor!!!
Tens receios, perdes o medo, vai ao encontro.

Primeiro encontro, onde o medo e a vontade tinha igual
Intensidade.
O amor venceu, o amor é maior.
Vale apenas amar, vale apenas amar você.
Demonstra afeto, se perdem em atitudes, excesso ou confiança?

Medo de te perder... Decepciona, mas logo volta a brilhar.
Brilha no encanto da inspiração de teus olhos.
Como na marcação cadenciada de nossos corações.
Significado esses que acabo de exprimir, da forma sensual de
fazer amor com as letras.

Hoje sexo é ousadia, é espontâneo, explicito arriscado,
aberto, compartilhado em vários casos dividido.
Todo sonho tem compartilhamento, nunca sonhamos sós.
Mas algo estranho acontece enquanto fico só, basta fechar
os olhos para escutar sua voz, nesse imenso silêncio, mas
não é você, eu gostaria que fosse.

Tenho todo espaço vazio na esperança de ser você, mas estou só.
A loucura começa a tomar conta de mim, minha alucinação se
mistura com o real e o real é que não é você.
Não raciocino mais, a sua falta me apavora.
Desejo você!

Chamo por seu nome e não tenho resposta, relembro momentos
bons de amor e sexo que fizemos. Grito mais uma vez por seu nome e acordo sufocado pela sua ausência.
Pego entre as mãos as estrelas que me destes, levo aos lábios uma e a beijo. Demonstrando todo meu amor enquanto estou lúcido.

Escrito em 22 de setembro de 2012, por Orlando Oliveira.
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/3894976











ARTE DE SUELY, ESPANTALHOS VERDES



ARTE DE LANDO, EMARANHADO DE RAIZES


SUELY E EUGÊNIA


 JOÃO PAULO E NOVAS

 LANDO, SUELY, EDNA E EUGÊNIA


EM MEMÓRIA E HOMENAGÊM DO NOSSO AMIGO DOCINHO O DE CAMISA PRETA QUE ESTÁ AHORA JUNTO DE PAPAI DO CÉU...
 AMIGAS DE MAX

 EUGÊNIA, EDNA E SUELY

 MEU BROTHE CESAR

 CHICO QUEIROGA LANDO E ANTÔNIO ROGÉRIO

 LANDINHO NO BAIXO

 LANDO E REGIA

 SUELY, LANDO E REGIA
 ARNALDO
 O ABRTAÇO
 LANDO E GILVAM
 EUGÊNIA, LANDO E SUELY

 JOÃO PAULO MEU AMIGO RICO,,,

 MEU AMIGO RAUL E LUCIETE




LANDO, JOÃO POULO, PAULO AUTRAN E MAX, BASE DA BANDA PELO MENOS







Comentários
23/09/2012 22:18 - Oliveira Rosa
Maravilha foi o seu suspiro, pois sairão versos belos e carregados de amor e paixão, aplausos!!....Boa semana a você!! abraços
 
23/09/2012 20:37 - Miguel Jacó
Orlando seus versos não economizaram adjetivos para fazer a devida louvação ao amor. Parabéns pelo seu apaixonante poema, um grande abraço, MJ.
 
23/09/2012 20:28 - Sô Lalá
Boa noite Orlando.Poesia arrancada do imo da alma, um grito de paixão. Grato pela visita e coerente comentário. Um abraço.
  




23/09/2012 18:12 - geraldinho do engenho
Meu amigo seu poema é de machucar os corações que a realidade da vida esvasiou no decorrer dos anos que se passaram consumindo o brilho dos sonhos que é natural em todo jovem...Tenho que aplaudí-lo de pé!parabéns grande poeta! E receba minha gratidão e o abraço amigo pela visita!



Até suspirei,rsrs. Que linda poesia,parabéns!Bjos

23/09/2012 08:54 - Jacó Filho
Belíssimo e contemporâneo seu poema! Adorei... Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

23/09/2012 03:05 - Jasper Carvalho
NOSSa! quanto lirismo em tuas poesias sempre buscando na memória sua linda história de amor! Abraços Querido amigo poerta Orlando! Saudações dommingueiras! Seja firme e cante sempre o amor! Jasper

22/09/2012 23:03 - Menduina
Lindo poema poeta o amor presente sempre.. vim convidar a me visitar me dê a honra beijos

22/09/2012 20:41 - jcoelho
Parabéns amigo Orlando, perfeito seu poema, um forte abraço.

22/09/2012 14:27 - Ilmar
Excelente, amigo! Parabéns!

22/09/2012 11:49 - JOANA RODRIGUES
O amor se apresenta em diversas formas, cabe a nós, interpretá-lo. Paz e luz para ti, poeta. Grata pelo carinho da visita.

Um comentário:

orlando disse...

As cores por se só já encantam e quem a descobre resiste sua falta.
Escrito em 03 de setembro de 2012, por Orlando Oliveira.

Postar um comentário