BANDA PELO MENOS

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

EXPLOSÃO!

 EXPLOSÃO!

Outra Vez!
O dia ameaça sua presença
Enquanto muitos dormem, 
outros carregam o dia de mãos dadas.
 
O pensamento é único
Apenas uma cama
Que seja a minha, 
que seja na sua não importa.

Meus braços a te envolver
Em forma particular e única
Do jeito que só tu afirmas ser diferente
Química, química dos corpos.

Corpos que se ardem de paixão
Paixão de tarde chuvosa
Vento frio que sopra a pele
Sabor de mais um beijo.
 
Outro amor e mais amor
Saciados e exaustos, 
desfilam a sonolência
Já ta quase se despedindo do jogo.

Entramos na prorrogação
Mais um beijo, 
outro abraço, 
mais amor.
 
Carrega na amêndoa, 
ícone dos órgãos sexuais femininos 
um pouquinho do meu ser
De pura vida.

Vida em forma de minúsculos guerreiros
As vestes, 
a conta, 
a partida a despedida.
 
Coração aliviado
A desculpa
O pão,
o chão e o coração em sintonia com a cabeça.

Convençam,
 aproxima da razão, 
de novo o chão
De mim ninguém tira essa explosão.
 
Total satisfação 
que veio em forma de comunhão
Só resta esperar 
a próxima Explosão.

Escrito em 16 de junho de 2011, por Orlando Oliveira.
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/3037767

 PRAIA DOS SETE COUQUEIROS EM MACEIÓ - AL
 ALAGOINHAS IATE CLUBE EM MACEIÓ-AL
 BAR DO PERATA
 PRAIA DA PONTA VERDE
 CALÇADÃO DA PONTA VERDE
 FORRÓ SEM INVEJA

 Comentários

06/09/2011 21:22 - dinapoetisadapaz
É possível ter controle ante essa explosão?? Muito bom poeta!

29/06/2011 10:52 - Arabela Figueiró
Que bela expressão! Que belo canto! Nos leva a viver momentos já vividos e sonhar com os que ainda viveremos. Obrigada pela visita. Parabéns pelo talento.

20/06/2011 06:18 - Avati
bastante expressivo, Orlando, e com um ritmo que nos atira para o momento. O poema tem a urgência do ato que representa, do envolvimento que desenha com as palavras. Você já tem o olhar, agora é mergulhar na explosão que as palavras guardam e edificar, cada vez melhor, as obras. Acho que é a nossa missão como poetas. Um abraço!

18/06/2011 06:58 - aldemaralves
kkkkkk Eu também sou assim. Alongamento, treinamento, primeiro tempo, segundo tempo, prorrogação e vai até o mata-mata. E já fico aguardando ansioso a próxima explosão. Maravilhoso, Orlando. Nota 1000000000. Um abração.

16/06/2011 22:25 -
Nossa!!! fiquei completamente sem fôlego agora.... Adorei Orlando, beijosss querido

16/06/2011 18:14 - MELRIS CALDEIRA
Quem não precisa de uma explosão assim? que jogue a primeira pedra. rs rs rs

16/06/2011 10:46 - Derek Soares Castro
Uma bela poesia, Orlando, até mais.











Um comentário:

orlando disse...

Viagem!

Tenha certeza de mares mansos e águas calmas, pois quem tem fé em Deus nada abalará sua viagem.

Escrito em 03de junho de 2011, por Orlando Oliveira

Postar um comentário