BANDA PELO MENOS

terça-feira, 26 de março de 2013

Aos meus devaneios!

Aos meus devaneios!

Aos meus devaneios

Meus sonhos são os mesmos...
Nunca se sabe o quanto está cheio!
Cabe sempre mais, principalmente os sonhos.
Fez-se necessário o tempo, é sempre bom
para rever conceitos.
Sem cobrança de nada sempre.
Apaixonado continua o coração!
Apaixonado continua na emoção
No amor que sempre vale apenas.
Amar e ser amado...
O arrependimento é algo que não se
cogita, nas emoções divididas.
Minhas fantasias são a pura magias.
Ilusão palavra inexistente para quem
confia, quem acredita que pode, que
um dia despertou o amor, para a alegria
do poeta e da poesia.
São elas que sobrevivem,
Compartilhada na emoção..
São as vitaminas para o ego, para o amor.
Que um dia sonhou ser poeta para dividir suas
poesias de amor sem restrições de idade.

Escrito em 10 de março de 2013, por Orlando Oliveira.

ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 24/03/2013
Reeditado em 26/03/2013
Código do texto: T4205375
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra Recanto da Letra de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários
25/03/2013 01:41 - Marta Cavalcante Paes
Orlando amigo da poesia, maravilhosos devaneios, também tenho os meus. Sensibilidade trasbordou sua alma, com muito amor, inspiração. "O arrependimento é algo que não se cogita, nas emoções divididas." Aplausos para sensibilidade de sua alma. Abraço poético.
 
24/03/2013 22:32 - Sexy da Noite
Ameiii sua poesia poeta, aplausos! Beijos na alma.
 
24/03/2013 16:17 - Shirley Nazareth
quando há amor não há idade que impeça!
Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju/SE - Brasil, 50 anos
386 textos (12585 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/03/13 21:25)

Nenhum comentário:

Postar um comentário