BANDA PELO MENOS

sábado, 29 de junho de 2013

MELL DA FLOR DE CACTOS!

MEL DA FLOR DE CACTOS!

NA FOTO SELMA,DONA DILZA, TATHIANE, SÔNIA E EUGÊNIA
Mel de flor de cactos!

É como defino sua doçura!
Foi o sabor de um mel especial...
É o que senti quando te vi pela primeira vez...
Um poço de mel, daqueles de arregalar os olhos
e provoca desejos.
Saborear o mel, manipular o mel e guardar todo
esse mel em um lugar especial, pode ser no coração
ou na lembrança de um momento impar da vida.
Tive a oportunidade de presentear flores,
pode não ser uma declaração de amor,
mas é o real sentimento de amar.
Saber amar é uma arte!
Durante a vida mesmo que involuntário
vamos aprendendo a amar!
Dentro de cada ser, bate um coração que aos
pouco vão aprendendo o verdadeiro valor que
temos de amar.
Amar incondicionalmente e sem nada em troca,
um só  sorriso já basta para completar a felicidade.
Mel de flor de cactos é um mel raro.
Comparo com a amizade, que é um sentimento fiel de afeição,
simpatia, estima ou ternura entre as pessoas.
Mel de flor de cactos é o mel produzido na literatura da poesia,
onde poetas e poetisa se encantam e se deleitam
de prazeres, por saborear a essência do amor maior.
Dentro desse contesto tem Deus e é dele que brota
a flor em forma de corações, preenchendo a terra,
semeada de amor, paz e beleza,
para que as abelhas possam polarizar e
produzir esse mel especial,
feito remédio para a cura definitiva da falta de amor.

Escrito em 24 de junho de 2013, por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 25/06/2013
Código do texto: T4357951
Classificação de conteúdo: seguro





Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado
crédito ao autor original (Endereço da obra Recanto das Letras de Orlando Oliveira.).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.







Comentários 
11/07/2013 09:26 - Sô Lalá
Bom dia Orlando. Tem sabor de poesia esse mel da flor de cactos.
 O amor é uma ciência poética. Um abraço.
09/07/2013 19:52 - Lianatins
Magnífico pensamento escreveste amigo da poesia Orlando,como é bom ler-te!Doce tuas palavras,uma maravilhosa noite desejo, com muita paz,Liana.
03/07/2013 14:45 - Paulo Jeser Ferreira Lima
Um pensamento belíssimo! Poeta, Orlando. Boa tarde.
03/07/2013 07:06 - Sônia Pedroso
Parabéns!! muito bom, me visite terei prazer, obrigado e bom dia!!!
01/07/2013 07:58 - Ilmar
Nota dez, amigo! Um abração!
30/06/2013 17:42 - Márcia Ramos
Olá, poeta! Tudo bem? Falar de amor é sempre abrir o coração... A sua construção é linda e muito bem escrita! Parabéns pela facilidade de organizar pensamentos! Obrigada pela visita. Beijos e boa semana! Márcia Ramos
29/06/2013 23:53 - igs
Que lindo este seu pensar meu amigo poeta, pra mim só posso concordar contigo parabéns...israel


28/06/2013 17:08 - Lianatins
Belissima sua poesia amigo poeta Orlando,a felicidade está no caminho daqueles que á procuram...o amor é sempre maravilhoso,adorei ler seus escritos! Um belo entardecer desejo,bastante luz no seu caminhar poético,Liana.
26/06/2013 23:43 - Marta Cavalcante Paes
ORLANDO amigo da poesia. "Dentro de cada ser, bate um coração que aos pouco vão aprendendo o verdadeiro valor que temos de amar". Há vários caminhos para a felicidade é importante deixar o coração aberto. A poesia faz milagres, parabéns pela nobre inspiração. Beijos em seu coração
26/06/2013 17:04 - Jô Pessanha
Que você possa ter em abundância esse mel que te sacia o amor. Parabéns!
25/06/2013 17:32 - Shirley Nazareth
Que sau da des !!!!!!!!!!!!!!!! que bom se lambuzar nesta doçura querido poeta!!
25/06/2013 17:08 - W Endy
um mel de extrema pureza poeta:>

25/06/2013 16:39 - Carol Brito
Que lindo! Tão doce ler as suas palavras... Doce como mel! Uma leitura agradável.
EU E MEUS PAIS
LANDO  E O CAVALO

Nenhum comentário:

Postar um comentário