BANDA PELO MENOS

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

VESTIGIOS DO AMOR!

VESTIGIOS DO AMOR!

 
Se o amor que sinto se espalhasse
ao ponto de contagiar todos quem amo,
o mundo seria sem males!
É na minha consciência que preciso
me habituar...
Se o defeito fosse o problema,
não comeríamos bolachas tortas...
Defeito! Quem não os tem?
Quem é perfeito?
Satisfeito por decifrar meus passos...
Sou ave sem ninho, sou pássaro sem
asas, voou em pensamentos e sonhos...
Sonho com o paraíso das paisagens
em telas Sonho com o amor de
sentimentos e tendências naturais...
Com determinação livre,
sem constrangimentos...
Sou feliz e não desisto de ser!
Não sou de despersuadir sem
argumentos, sem contundências!
Encontrei o mel da vida e desse
mel me lambuzo!
Focado em sonhos;
Sem sonhos a vida é como uma
noite mal dormida.
Entre um sorriso e um olhar tem
a magia de amar!
Amar para me é um dos vestígios
 que me faz sentir ternura, paixão,
dedicação, devoção, prezar e leveza
em satisfazer com a mesma
intensidade quando estou amado,
semeando o vestígio do amor.
Escrito em 14 de janeiro de 2014,
por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 14/01/2014
Código do texto: T4649664
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
 Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja
dado crédito ao autor original (Endereço da obra.
Recanto das Letras de Orlando Oliveira.).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. V
ocê não pode criar obras derivadas.







Comentários
17/01/2014 03:42 - JJ DE SOUZA
um belo retorno a sua pagina

16/01/2014 17:35 - Jacó Filho
Simplesmente maravilhoso mestre!
Não importa se não temos o mapa da
felicidade, o amor é o caminho...
Parabéns!
E que Deus nos abençoe e nos ilumine...
Sempre...

16/01/2014 13:27 - Célia Leal
Parabéns!é uma bela poesia ,
e é muito bom poder cantar e esbanjar
o amor, por todos os cantos e recantos.
Abraços.

15/01/2014 10:19 - zemary
ParAbéns. AMEI.

15/01/2014 02:08 - Jasper Carvalho
Decifras-me ou te devoro!
Um arraso este poema de amor (tua praia)
em profundo êxtase de letras amigo e nobre
poeta Orlando! Bom sempre vir na tua pia batismal!
1 abraço! até breve! JC

15/01/2014 00:23 - Marta Cavalcante Paes
ORLANDO amigo da poesia.
 A sua inspiração soa harmônico,
como uma orquestra celestial.
Parabéns pela sensibilidade de sua alma.
Abraço poético

14/01/2014 20:17 - Nana Okida
Viver em harmonia com o universo.
Amar É ISTO MEU AMIGO POETA!
Sobre o autor

ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju/SE - Brasil, 51 anos
573 textos (17498 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente -
última atualização em 17/01/14 00:25)

Um comentário:

orlando disse...


METAS!

Corteje sempre como meta;
Seja adorador, faça elogios.
Entre luzes e cores, não ofusque o
sorriso de ninguém.

Escrito em 04 de janeiro de 2014, por Orlando Oliveira.

ORLANDO DA BANDA PELO MENOS

Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 13/01/2014
Código do texto: T4648493
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

16/01/2014 17:35 - Jacó Filho

Perfeito mestre! Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

16/01/2014 10:52 - Detinho
É verdade e um bom conselho a ser repassado! Parabéns e tenha um bom dia!


16/01/2014 07:44 - zemary
Isso mesmo com alegria tudo dá mais certo

15/01/2014 17:31 - MarleneToledo
Concordo plenamente contigo...frase muito pertinente e cheia de sabedoria.Orlando te deixo um abraço e desejo de um belo anoitecer

15/01/2014 00:17 - Marta Cavalcante Paes
ORLANDO amigo da poesia. Grandiosamente bela sua forma de pensar. Que Deus te ilumine sempre e que você continue assim com suas inspirações. Abraço poético

14/01/2014 13:47 - Maria Eugenia Santos
Se for para machucarmos, melhor ficarmos calados... sábias palavras, abraços.





Postar um comentário