BANDA PELO MENOS

domingo, 13 de julho de 2014

CONTAMINADO PELO AMOR

CONTAMINADO PELO AMOR

 
CONTAMINADO PELO AMOR
Vejo o amor no rosto de quem ama!
Toda percepção de influenciar alguém
Desejar o bem com sua devoção
Afeto vivo em zelar de um ser
Para com outro que se diz amar.
Englobando também o desejo físico.
A excitação muitas vezes em publico.
O amor não morre, mas a dor passa.
Todo amor tem a mão de Deus.
O amor rumina.
Quem ama uma vez jamais deixará de amar...
O amor não se transforma em desamor!
O amor é um vírus que se aloja no coração...
Um dia todos serão contaminados pelo amor...
Sendo o amor um vírus, é incurável!
Mesmo se convencendo de não mais amar
é pura ficção.
O amor adentra o ser e segue sua alma!
Quem disfarça o amor se impugna consigo mesmo...
O amor é uma luz que nunca se apaga;
O amor vem feito brisa contagiando pelo olhar.
Apaixono-me a cada segundo, o amor esta no ar...
Seja por uma flor, seja por uma estrela.
Em um momento é um irmão em outro uma canção
Na mansidão desse universo amar é viver
E viver é lapidar o vírus desse amor...
O qual fui contaminado.


Escrito em 10 de julho de 2014, por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 10/07/2014
Reeditado em 10/07/2014
Código do texto: T4876264
Classificação de conteúdo: seguro



Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
 Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja
dado crédito ao autor original (Enderço da obra.
Recanto das Letras de Orlando Oliveira.).
Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Você não pode criar obras derivadas.







Comentários

14/07/2014 14:50 - Lianatins
O amor faz isso com a gente, nos encanta,
fascina, cega, nos leva até as nuvens e até
mesmo enlouquece, sem ele é impossível viver...
É o sentimento que rege nossas vidas e nos faz
seres melhores quando há reciprocidade...
parabéns poeta Orlando,
pelo seu excelente pensamento!
Um abraço amigo deixo,Liana.

12/07/2014 23:39 - Marta Cavalcante Paes
ORLANDO amigo da poesia.
Que nunca exista uma vacina para o vírus do amor.
Aplausos para a beleza e inspiração maravilhosa.
Abraço poético

11/07/2014 13:35 - Ilmar
Excelente criação, amigo! Um grande abraço!

11/07/2014 13:15 - SoniaMarinho
MUITO VERDADEIRO POETA ADOREI TE LER.
DE FATO QUEM AMA NUNCA JAMAIS DEIXA DE AMAR.
TE DEIXO UM ABRAÇO.

10/07/2014 08:18 - E Mathias
BOM DIA ORLANDO.
UM PRIMOR DE ANÁLISE E FILOSOFIA
SOBRE O AMOR. AMOR É VIDA,
E SEM AMOR NÃO HÁ VIDA.PARABÉNS POETA.
UM FORTE E FRATERNO ABRAÇO.
 
Sobre o autor

ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 52 anos
672 textos (20358 leituras)
1 áudios (44 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
última atualização em 13/07/14 08:01)

Nenhum comentário:

Postar um comentário