BANDA PELO MENOS

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

FLOR- DE- SEDA

 FLOR- DE- SEDA
Romântico à primeira vista
Mortal a falta de cultura
Dolorosa aos olhos nus
É onde mora o segredo
Dos amantes é o próprio veneno
Sua cura é impossível aos cegos
Cego de amor, obstinado...
Descontrolado, às vezes inconveniente.
Em muitas o motivo do suicida
Da paixão que poderia ser diferente
O descontrole dos sentidos
O desespero da incerteza
Do amor em primeiro lugar
“É a véspera do fracasso”
O desdém do monopólio do amor
Da parte que deixou de amar
É o veneno dos apaixonados
A armadilha do caçador
Autocontrole é fundamental
Restabelecer a confiança
É o primeiro passo.
Autoestima para quem ama
É nunca desistir de amar.
Renunciar para o amor;
Só se for por amor!
A loucura da vez é o ciúme.
Ciúme é a própria FLOR- DE- SEDA.


Escrito em 04 de agosto de 2014, por Orlando Oliveira.

ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 04/08/2014
Código do texto: T4909952
Classificação de conteúdo: seguro



Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado
crédito ao autor original (Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Oliveira.).
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.








Comentários

Maravilhas em sua doces palavras,
o amor nos enobrece e evolui,
nossa alma fica repleta de luz...
aplausos mil...obrigada mil pela visita,
bom final de semana

11/08/2014 20:00 - Ruggeri
Lindíssima poesia... Parabéns... ;-)

08/08/2014 20:12 - Tomás Santos
Muito bonito!

08/08/2014 19:24 - poeta José
Poeta muito bela sua obra...
Poeta como eu o amor nos cega...
Parabéns mestre Orlando...
Te ler é sempre um grande prazer...

08/08/2014 07:36 - MarleneToledo
Lindíssimo!!!O amor sempre prevalecendo
 é a resposta para um bem viver!!Inspiração
bonita demais meu amigo,um abraço

07/08/2014 16:19 - Manoel Fernandes
Adorável poema. Abraços

06/08/2014 11:20 - Rosilene Lima
Poesia de plena de verdade ,
 magistral labor poético.Tenha um bom dia.

05/08/2014 16:10 - Maria Aranilda de Araújo
NOSSA A POETA, ARRASOU.
 DEZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ11
ME VISITA COM: DESEJOS,
BJS COM CARINHO. ARANILDA

05/08/2014 15:42 - Rosilene Lima
Boa tarde poeta,verdade...
 simplesmente maravilhoso teu poema.
Fica na paz de Deus.

05/08/2014 09:26 - jcoelho
Linda poesia, parabéns,
um grande abraço e Deus lhe abençoe.

05/08/2014 08:25 - Vantuilo Gonçalves
Magistral labor poético caro Orlando,
um fraternal abraço.

05/08/2014 08:12 - Ilmar
Sensacional! Um grande abraço, amigo!

04/08/2014 23:39 - CONCEIÇÃO GOMES
É verdade...O amor mora em nós,
por isso não é fácil desistir dele.

04/08/2014 23:34 - EDNA LOPES
Me parece história e tanto.Abraço!
 
Sobre o autor

ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 52 anos
686 textos (20711 leituras)
3 áudios (49 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
última atualização em 11/08/14 19:24)

Nenhum comentário:

Postar um comentário