BANDA PELO MENOS

sábado, 11 de outubro de 2014

MULHER DOS SONHOS

 

MULHER DOS SONHOS

Eterno amor! E assim se fez o silêncio!
Invisível aos olhos nus, porem o seu perfume
ainda guardado na lembrança dos sonhos.
Tudo começou quando a paixão se fez presente.
Jamais passaria por situação semelhante!
Do nada acabou!
Prometia a mais bela harmonia de um lindo
casal apaixonado.
Foi um não que mudou todo destino dessas
pessoas que se amavam.
Faz tempo e ainda se amam...
Sempre prometendo amor eterno;
 Mas um não foi à bifurcação de caminhos...
 O tempo passou e o que restou além das promessas?
As juras apaixonada de amor e as desilusões
de como o destino é mudado num piscar de olhos.
 Analisando essa trajetória de vida,
percebo varias bifurcações.
Em uma delas seu eterno amor sumiu,
não mais de mãos dadas.
Até que o destino os uniu outra vez.
Estagnou em sua frente,
até que realmente puderam se tocar.
Não acreditando no destino,
o mesmo que tempos atrás houvera os separado.
Por alguns minutos pararão a certa distância e
ficarão a fazer reconhecimentos.
Um filme se passara com mil e um detalhes
sobre suas mentes;
Foi então que constatou o mais belo sorriso,
da mais linda mulher. A mulher dos sonhos,
falou baixinho essa é a mulher dos meus sonhos.
O mesmo adivinha com a mesma emoção do
seu primeiro encontro.
Naquela época o rapaz que tivera a coragem
de falar em namoro primeiro, tinha as chances
mais aguçadas da conquista.
Quando a mocinha falava: Vou pensar!
Era tiro certo. Na maioria das vezes o namoro
acontecia ali mesmo.
Conta que uma vez precisou roubar um beijo dela,
porem depois do tal beijo viraram namorados.
Voltando ao eterno amor, fizeram amor ali mesmo, 
naquele instante, na mais límpida e bela praia
de água azul e transparente, para novamente se
deparar com mais uma bifurcação de suas vidas.
Destino!
Caminhando em linha reta,
segundo contornando obstáculos,
sobrevivendo a quedas de precipícios
e voando na imaginação de um amor que
alimenta sonhos e desejos da mulher dos sonhos...

Escrito em 30 de setembro de 2014, por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 02/10/2014
Código do texto: T4984679
Classificação de conteúdo: seguro


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários
11/10/2014 19:51 - Niarinha Dantas
Muito bom orlando, gostei :b
11/10/2014 11:08 - Ilmar
Perfeito, amigo! Um grande abraço!
09/10/2014 18:37 - Sô Lalá
Boa noite Orlando. No auge da inspiração,
criaste um conto romântico, cheio de amor e lirismo.
Um abraço.
09/10/2014 10:26 - Marta Cavalcante Paes
ORLANDO amigo da poesia.
Belíssimo conto e muito bem inspirado.
Gostei do título, pois você se refere aos sonhos no plural,
"mulher de meus sonhos",
fazer parte dos sonhos é esta presente na vida do outro.
Sonho é o que nos alimenta a continuar com motivação,
mola propulsora da nossa caminhada na estrada VIDA.
 Parabéns pela sensibilidade poética. Abraços
06/10/2014 16:56 - Lianatins
Magnifico conto poeta Orlando,
ficou bem criativo e inspirado!
 Parabéns pelo texto muito bem escrito!
Já estava sentindo falta de vir aqui ler-te!
Um abraço fraterno deixo,Liana.
06/10/2014 16:12 - Maria Aranilda de Araújo
O AMOR, E SUAS SURPRESAS...
DESTINO SERÁ? SABE AMIGO TEU CONTO
ME TOCOU BASTANTE, AS VEZES ESCREVEMOS
É PENSAMOS SER FRUTO DA IMAGINAÇÃO,
 QUE ISSO NÃO É POSSIVEL EXISTIR,MAS EXISTE SIM.
COMOVENTE, AMEI, BELÍSSIMO E TOCANTE,
PARABÉNS!! ME VISITA COM: ÁUDIO CANÇÃO,
CLAREIA,,,BJS COM CARINHO, ARANILDA
06/10/2014 10:47 - MarleneToledo
Um conto entoado pela magia do amor em ricas imagens;
um carinhoso abraço amigo Orlando
04/10/2014 07:00 - Malubarni
Lindo conto de amor.
Lembrou-me uma música que diz algo assim" ..
e pra ninguém saber seu nome,
então falo bem baixinho e chamo de meu bem".
Teu conto revela uma separação e um reencontro,
que sejam felizes para sempre.Bjs.Malu
02/10/2014 20:32 - Teresa Sá Carneiro
Que bonito conto, amigo Orlando!
Gostei muito de ler você.
Deixo um abraço muito agradecido
pela gentil visita de há alguns dias atrás.
02/10/2014 15:03 - Rosilene Lima
Aplausos poeta , orlando , conto de beleza sem igual ,
adorei , tenho uma quadra para tua apreciação.DIVISÃO.
 
Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 52 anos
699 textos (21306 leituras)
4 áudios (109 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
última atualização em 12/10/14 00:08)

Nenhum comentário:

Postar um comentário