BANDA PELO MENOS

sábado, 29 de novembro de 2014

SILÊNCIO

SILÊNCIO

Dentro do meu silêncio
Alimento-me...
De paz, vitalizo-me
No meu silêncio eu me escuto!
Aconselho-me...
Somo; Corro; Moro e Vivo;
Momentos de taciturnidade...
Silêncio lubrificado de sons.
Dos mais barulhentos aos mais suaves...
Dou meus coices!
Tenho privacidade
Repriso meus segredos
Privo-me de palavras
Organizo as bases
Envelheço e viço...
Gozo e no gerúndio continuo gozando.
No meu silêncio acordo;
Arquiteto;
Choro...
No meu silêncio encontro Deus.
No meu silêncio me transporto
Em viagem e sonhos intermináveis.
No meu silêncio paredes não existem
Meus olhos vêm os seus
em vitalidade e desejo.
Escrito em 25 de novembro de 2014, por Orlando Oliveira.

ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 27/11/2014
Código do texto: T5050109
Classificação de conteúdo: seguro


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Enviar por e-mail
Denunciar


Comentários
29/11/2014 09:04 - Sô Lalá
Uma linda poesia dentro da linha intimista.
Li na linha espiritual,
que no silêncio Deus fala aos nossos corações.
Um abraço e um bom fim de semana.
27/11/2014 22:00 - Misrael
O silêncio faz bem para o corpo, alma e mente,
 é nele que acontece o maior do nosso autoconhecimento.
Parabéns Orlando, muita sabedoria falando do tão sonhado
silêncio que nem sempre podemos tê-lo. Um grande abraço.
27/11/2014 18:01 - Lydiene Maryen
UUAAUU!!
Me sinto em privilégio ao ser a primeira a comentar
o que realmente senti aqui...
Ah! Caro Poeta; que silêncio mais cantante e falador...
eu fico aqui extasiada diante do seu silêncio o escuto e me calo...
Sabes mexer com as letras e com corações...
Lindo!!! Carinhosamente beijos mil- Ly.
27/11/2014 12:47 - jcoelho
Linda poesia, parabéns, um grande abraço. e Deus lhe abençoe.
27/11/2014 06:59 - Ísis Dumont
Que coisa mais linda, poeta!!!!
É no silêncio que, muitas vezes nos conhecemos melhor,
 nos encontramos com nosso eu, e viajamos a "lugares"
 que só nossa alma conhece! Parabéns!!
Forte abraço nesta manhã (incrivelmente) chuvosa por aqui!
Bom dia, Orlando!!!!


Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 52 anos
712 textos (21618 leituras)
4 áudios (110 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente -
 última atualização em 29/11/14 11:33)
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário