BANDA PELO MENOS

sábado, 10 de março de 2012

Meu Primeiro cordel!

MEU PRIMEIRO CORDEL



LANDO
SID NA SANFONA, LANDO NO TRIÂNGULO E ESINHO NO OUTRO TRIÂNGUULO COM A CAMISA DA BANDA
NA FOTO ALEX, EGLASIA E SID DO FORRÓ TRAQUINOS


 Meu Primeiro cordel!

Nos folhetos de cordéis
Aprendi a soletrar
Pendurado no barbante pra quem quiser espiar.
Gostei muito do que eu vi já queria imitar.

 Vou falar de avião e de disco voador
 Vou falar daquele andou, que vi na televisão
 Vou falar da procissão e também da fé que tenho
 Vou falar da Pelo Menos uma banda popular

Vou falar desse lugar o melhor da região
Falar daquele bar e também do meu sertão
Falar do espírito santo por que tenho muita fé
Vou falar de Zé limeira e também do Zé Dedé.

Vou falar do meu avô Simpliciano
Que me levou pra pescar
Vou falar daquele peixe que ajudei a matar
Tinha medo do peixe morto só de pensar em olhar.

Sou do norte, fui pra o sul
Andei de trem de metrô
Andei também na contra mão
Mas fazia tanto frio
Que voltei por meu sertão.

Vou ficando por aqui, onde tudo começou
Dessa escrita de improviso, Onde falo de amor
Falo dos nordestinos queridos, falo de coração
 Do meu primeiro cordel Falo com emoção.   

Escrito em 28 de abril de 2011, por Orlando Oliveira



 Comentários
29/02/2012 23:37 - Jose Noel Prata
Que nada Poeta, você coloca emoção em tudo que escreve! "Se quiser saber de mim, procure entre as páginas de um livro antigo ou, quem sabe, nas rimas de um cordel" Abração. Jose Noel
25/05/2011 17:07 - Suerdes Viana
Prá você, o meu primeiro cordel: Nas páginas amareladas De um livro de histórias Descobri que ser poeta É coisa pra qualquer hora. Mas, essa "qualquer hora" Não acontece prá todos Somente os mais sensíveis Faz rimas com esse jogo. Agora digo o que sinto obrigada pela visita No meu espaço de cunho íntimo.
15/05/2011 21:06 - Orlando da Banda Pelo Menos
Caro amigo Paulo Autran, obrigado por ter postado um comentário incentivador e não só por isso, agradecido também quando ler meus pensamentos e dar sugestões e correção de texto. Você é uma pessoa que admiro muito visto que passamos mais tempo juntos do que com nossas famílias e trabalhar com você foi o que de melhor aconteceu em todos esses anos de Petrobras. Que continuemos assim até que eu me aposente, pois esta bem pertinho e sua amizade quero conservar por toda minha vida e de sua esposa também. Fiquei muito feliz em ler esse depoimento, sempre pode contar comigo, esteja sempre acompanhado por Deus, abraço do AMIGO Orlando.
 
15/05/2011 13:55 - Paulo Autran [não autenticado]
Muito bom Orlando! Começou com o pé direito. Continue assim engrandecendo o cordel. Abraço do amigo Paulo Autran.
 
30/04/2011 18:14 - Armando Augusto Coelho Garcia
Prezado Orlando Inicialmente obrigado pela visita. Sobre o teu denominado primeiro cordel: TEM MESTRIA E FUNDAMENTO O TEU PRIMEIRO CORDEL FECUNDO O TEU PENSAMENTO - PINTAS QUADRO, SEM PINCEL ! Armando A. C. Garcia
 
29/04/2011 17:38 - Orlando da Banda Pelo Menos
Já espiei vocês três, Carlinho, Aldemar e Teca, gostei muito do que vi, fiquei até emocionado, tirei um peso das costa e fiquei aliviado. Fiquei mais foi admirado com tantos talentos juntos. Obrigado pelo carinho de vocês e pela força também de poder continuar a escrever pra colocar pra fora todo amor que anda embutido dentro do coração. E Um dia ser considerado poeta assim como vocês. Estejam sempre com Deus. Abraço Orlando
 
29/04/2011 11:43 - Teca
E que venham muitos mais!! Parabens!
 
29/04/2011 07:04 - aldemaralves
Que seja bem-vindo ao mundo encantador do cordel. Começou divinamente bem. Agora é só pegar embalagem e pronto. kkkk. Meus sinceros parabéns e um forte abraço.
 
28/04/2011 21:45 - Carlinhos Cordel
Valeu, Orlando! Que bom que você escreveu seu primeiro cordel, ficou muito legal, parabéns! Espero que esse seja o primeiro de muitos que por aí virão. Na Semana Santa estive aí em Aracaju, passeando. Cidade maravilhosa, muito bonito. Espero voltar mais vezes. Um abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário