BANDA PELO MENOS

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

DE GRAÇA!

De Graça

Fazer bobagem
Semblante de paz
Voltar pra casa

Ninguém venceu
Todos saíram campeões
Agora só reta comemora
No subúrbio dos dados

Nunca foi pessimista
Nem nunca fique na mão
Profanar com beijos
Amassados permite voltar

Na cama
Sonha
Não permite o não
Sem medo

É de chamar atenção
O decote do seu vestido verde
Apenas brincadeira
Do olhar disfarçado

O amor é fonte de vida
O sexo faz bem ao espirito
Nada de pecado
Se amar é seguir em frente.

Escrito em 12 de novembro de 2012, por Orlando oliveira.http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3985528



























16/11/2012 09:40 - igs
Meu amigo poeta que bela poesia pois o amor é belíssimo ok parabéns...israel
14/11/2012 16:11 - Lianatins
Ah! coração treloso,que temos dentro do peito e não cansa de amar!Está sempre disposto a emergir um mundo novo, fazendo-nos escrever muitos poemas de amor!Excelente poeta Orlando,seus textos tem muito sentimentos, e este não deixa por menos... faz refletir...um abraço, Liana.
14/11/2012 12:47 - ribeirasilva
esta com saudades de ler seus belos textos parabéns caro amigo poeta!!!
14/11/2012 12:38 - Chagaspires
UM EXCELENTE TEXTO SOBRE AMOR. AMAR É SEMPRE BOM. ATÉ LOGO.

3 comentários:

orlando disse...

Minha alegria respira provocando sorrisos.
minha alegria é ver você sorrindo com os olhos,
não com a piada.

Escrito em 17 de setembro de 2012, por Orlando Oliveira.

orlando disse...

A vida reserva tantas surpresas que se tivéssemos a certeza evitaria seus encontros, ao que usufruía do primeiro retorno e reeditava uma nova estrada.

orlando disse...

Comentários






21/11/2012 17:47 - SanCardoso

Parabéns, pela sua intensa e verdadeira frase, Orlando! - A vida seguem sempre enfrente sem acesso aos retornos dessa estrada. - Grata, pela sua gentil visita! beijos ternos,


Comentar

Postar um comentário