BANDA PELO MENOS

quarta-feira, 24 de junho de 2015

LÁGRIMAS

 

LÁGRIMAS

Brotada do sentimento!
Chega anunciando saudade;
Ou pela emoção da presença;
Ou pela dor da partida.

Lágrimas brotada pelas lembranças
As vezes vem sem motivo algum
Outra, por lembrar-se do seu amor
Que do teu coração aflorou...

Um encanto, uma suplica, um desabafo;
Um apelo a Deus, sobre mil soluços...
Só romantismo embutido nas palavras...
ou nas lágrimas que caem.

É o sonho do menino, do homem
E de todos que de liberdade suplique...
Lágrimas que passa uma vida a brotar;
Mais nunca deixa de amar.

De rico ficou pobre;
Aquela sua flor morchou;
Só o perfume restou;
Um beijo no pé conformou...

Num gesto agradeceu;
Outro beijo que deu; Esse no rosto,
que nunca mais esqueceu...
Lágrimas, caídas na hora da despedida.


Escrito em 14 de abril de 2015, por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 17/04/2015
Reeditado em 29/05/2015
Código do texto: T5211078
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons
Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado 
crédito ao autor original (Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Olivedira.)
Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Enviar por e-mail
Denunciar
Comentários
24/06/2015 12:24 - Angelly Negreiros
Meu caro amigo escritor ORLANDO,
em primeiro lugar agradeço pela visita.
"Mas digo você brilhou com esta poesia".
Parabéns mil meu amado.
 

30/05/2015 11:43 - Charles Lima
Bom dia, Orlando! Belíssima poesia.. Abraços Charles Lima
 

29/05/2015 07:46 - Marta Cavalcante Paes
ORLANDO amigo da poesia. 
Nada melhor que ingressarmos em nossas próprias construções, 
em entoarmos a canção composta 
POR NOSSO CORAÇÃO. 
Parabéns para maravilhosa beleza e inspirada criação. 
Abraços poéticos.
 

09/05/2015 18:06 - roselves Alves
Outra profunda poesia.
 Lágrimas os mais sinceros sentimentos. Abraço.
 

27/04/2015 16:29 - Lianatins
Podemos considerar as "Lágrimas" 
omo as palavras de nossa alma...
Através delas, somos capazes de 
demonstrar incontáveis sentimentos...
Em alguns momentos, 
elas contam histórias de dores, 
mas também têm na sua essência, 
algo de belo!
Profunda sua poesia amigo poeta Orlando,
que Deus esteja sempre com você, Liana.
 

23/04/2015 22:24 - Misrael
Lágrimas são eternas companheiras num mundo 
em que vivemos de idas e vindas.
 Costumo dizer que lágrimas são fragmentos da 
alma que não podemos esconder. 
Parabéns amigo e um grande abraço.
 

23/04/2015 22:14 - Maria Aranilda de Araújo
SIMPLESMENTE BELA AMIGO, 
AMEI CADA VERSO, E A INSPIRAÇÃO DESSE POEMA. 
TE PARABENIZO!!! TE CONVIDO A OUVIR O MEU ÁUDIO,,,
EU SOU AQUELA,,,BJS COM CARINHO, ARANILDA.
 

21/04/2015 18:07 - Jô Pessanha
Lágrimas saídas do peito em dor de amor, 
são águas abençoadas a lavar , 
aliviar as dores da alma. 
Parabéns querido poeta amigo. Bela poesia. 
Meu fraterno abraço.

19/04/2015 12:43 - DOCE VAL
Caro Orlando...,as lágrimas que pelo meu rosto desliza/
/tem uma razão,tem um porque/
/são das grandes dores sentidas/
/deste amor por você...linda sua poesia!...
BEijos no coração ,paz e luz!
 

18/04/2015 17:51 - jcoelho
Linda poesia, parabéns, um grande abraço.
 

18/04/2015 06:53 - MarleneToledo
"Saudade é pouco,esse sentimento extravasa 
 além da minha capacidade de explicar."
(MTOLEDO)Meu estimado amigo,
deixo-lhe um grande e carinhoso abraço e 
aplausos pela beleza tocante poesia.
 

18/04/2015 00:12 - Rosa das Oliveiras
A despedida deixa muita saudade,
 muitas vezes dissemos adeus querendo ficar, 
lindo e sensíveis versos amigo....
abençoada seja a sua noite.....abraços.
 

17/04/2015 23:59 - André Luiz Pinheiro
Um belo texto poético! Abraços! A.L.P.
17/04/2015 23:55 - My Guel
Boa noite Poeta! Lindo versejar. 
Parabéns.Saudações poéticas

Sobre o autor
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju - Sergipe - Brasil, 53 anos
756 textos (23080 leituras)
4 áudios (116 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - 
última atualização em 25/06/15 00:08)

 LANDO E CRIS
 LANDO E PAPÉL
 LANDO E MÁRCIA
 LANDO COM A GALERA DO SID
 EU, EDNA E SUELY
 LANDO E EU
 LANDO
 LANDO E EUGÊNIA
 LANDO E MALU
 O SOL
 JULIA E TETEU
DILSON, JANINE, GELMA E SUA SOBRINHA
    ABDIAS, ROGÊRIO, IZABEL, RAFAEL E 
    EUGÊNIA
    O SORRISO DE EUGÊNIA
 EU E LANDO
 FAMÍLIA REAL
 YANA, TALLITA E MALU, LINDAS
 SELMA, DONA DILZA, TALLITA
 SÔNIA, LANDO E LANDINHO
  EU E MEU AMIGO JOÃO
 LANDO
 EUGÊNIA
 FOTO DO LANDO, SOBRE AS ÁGUAS DO RIO 
 SERGIPE
 PÔR DO SOL
 EM CANIDÉ DO SÃO FRANCISCO
 LANDO CANTANDO

LANDO NO BAR MARISCO E CIA

Um comentário:

orlando disse...

CÁLIDO
Toda cobiça era prolongar!
Estender em palmas a te contemplar
Com toda reverência.
Uma dança lenta no auge da paixão;
Sentimento exprimido de forma fácil
Espontâneo correspondido.
Desfrutar as maravilhas desse calor
Com toda melodia do momento.
Registrado na memória dessa história
História de dois corações enamorados.
Autoestima, meus anseios e todo limite.
Suspiro do apetite sexual aflorado.
Peito ardente, intenso, enérgico e vivo.
Feito chama do amor que não se apaga.
Todos os olhares dominados, rendido.
Segurando os prantos da emoção dividida
Cálido astuto vibrante e coletivo como das
águas do mar...
Que de uma só vez envolvem-nos,
não deixando o amor de fora.
Com o poder e a força que se atraem.
Apenas um abraço.

Escrito em 12 de dezembro de 2014, por
Orlando Oliveira.

Postar um comentário