BANDA PELO MENOS

sexta-feira, 9 de março de 2012

QUANDO SE AMA!




Quando se ama!

Tudo parece que pode
Tudo é lindo
O vôo do pensamento é alto
O tempo é o principal inimigo
As flores são mais perfumadas e belas
Vê os pássaros cantarem verdadeiras melodias.
A lua fica mais romântica
As estrelas parecem brilhar só para se.
O sorriso é notório, fica irradiante.
A cor da pele brilha
São impermeáveis na chuva
O beijo fica mais molhado
Presenteia-se a quem ama
Proporciona momentos inesquecíveis
O olhar fala em silencio
Aflora o poeta de dentro de se
Quer cada vez mais            
O muito é pouco, o pouco é nada
Caminha a beira do precipício
As coisas parecem o que não são
Ama sem enxergar
Faz tudo para conseguir um sorriso de quem ama
Enfrenta verdadeiras batalhas só pra chamar a atenção
Quando se amo o amor tem que ser verdadeiro,
porquê se não for não é amor.
Quando se ama, tem-se a obrigação de fazer feliz a quem ama.
Quando se ama, o sexo é uma verdadeira poesia.
O sexo é o desejo de quem ama, mas nem sempre o desejo é o sexo.
Quando se ama, até o pegar na mão satisfaz.
Arrisca até própria vida.
Quando amo, encontro o verdadeiro sentido de viver.

Escrito em 10 de março de 2012, por Orlando Oliveira

 
11/03/2012 09:53 - Marta Cavalcante Paes Lima
Orlando amigo da poesia, encantada com a sua poesia, soou nos meus ouvidos como uma linda canção me deliciei com cada verso, o meu coração dizia sim é isso mesmo. Cada verso, um encanto de palavras dita por um lindo coração apaixonado. Parabéns pela inspiração. Beijos no coração
10/03/2012 02:01 - Cézar Queiroz
Vejo um poeta apaixonado, linda sua poesia meu amigo e obrigado pela visita, realmente quando se ama, tudo é possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário