BANDA PELO MENOS

quarta-feira, 6 de junho de 2012

ENCONTRO DE MESTRES DE GUERREIROS

MESTRE ORLANDO DO GUERREIRO VENCEDOR SUA RAINHA MARINALVA E O MESTRE EUQULIDES DO GUERREIRO TREME TERRA DE ARACAJU-SE


MESTRE ORLANDO DO GUERREIRO VENCEDOR SUA RAINHA MARINALVA E O MESTRE EUQULIDES DO GUERREIRO TREME TERRA DE ARACAJU-SE

 APRESENTAÇÃO DO GUERREIRO VENCEDOR, EM DESTAQUE O INDIO PERI
 APRESENTAÇÃO NO LAIONS CLUBE
 O REI DO GUERREIRO E A RAINHA TRAÇANDO A PISADA DA TISOURA

 NA FOTO ESTELA MARES E DONA GRACINHA, MINHA ETERNA PROFESSORA
 DONA GRACINHA E ORLANDO OLIVEIRA, RECORDANDO O PASSADO
 UM BEIJO A DONA GRACINHA, PESSOA REFERÊNCIA EM MINHA EDUCAÇÃO
 MAIS UMA FOTO COM DONA GRACINHA E EU
 NA FOTO DESTACO SÔNIA E EDVAN

 QUEM SE LEMBRA DE ROSEMBERGE FILHO DE DONA GRACINHA

 NESSA FOTO EU ESTOU DE CALÇA BRANCA


Sedco 706

A vida que tu me fala Sedco
É a vida que muitos levam
Felizes aqueles que trabalham
Pois tem o que contar
Tem o que levar para casa
Tem o que deixar no mar.

Nas plataformas offchore
Temos muitas mordomias
Uma dela é a saudade
A outra tua companhia
A saudade dela aumenta
Logo no primeiro dia

A inveja nem se fala
Parece uma prisão
Que só sai de la de avião
Pode ser um 706, pode ser de caminhão
Pois quando aproxima uma aeronave
O Sedco fica todo espertão.

Com o pensamento em alguém
Sedco correndo feito um trem
Pois quando trabalha esquece ela
Quando folga não para de pensar
Pra saciar a falta dela, vai pra academia malhar.
Vez em quando usa a mão, usa a mão para namorar.

Onde ela estar? Pergunta o amigo do Sedco
O que ela ta fazendo agora?
Será que ta rezando?
Ou será que tá pensando?
Será que ta morrendo? Morrendo!
Morrendo de saudade de tu Sedco?

Conta os dias em cada dedo,
não ver a hora de voltar pra casa
Falta só uma semana... Ufa
Nessa hora escuta o alarme tocar
Corre, corre e vai logo se arrumar
É um ta de colocar colete
É um ta de apito a pitar

Uma fila é formada
Prum mode a embarcação entrar
Depois de todos acomodados
Só resta esperar
O apito tocar outra vez
Pra voltar a trabalhar

Que Deus abençoe vocês
Que leu com atenção
Essa prosa só foi feita
A pedido de um irmão
Pode não ser de sangue
Mas é do coração.

Deixo meu abraço ao amigo Sedco
Que ele venha de avião
Pode ser 706, pode ser de caminhão
Pois estou aqui esperando
Pra apertar a tua mão
Pois quem pediu essa trova
Foi um ta de RICARDÃO.


Escrito em 31 de maio de 2012, por Orlando Oliveira.

http://www.recantodasletras.com.br/cordel/3697275


Nenhum comentário:

Postar um comentário