BANDA PELO MENOS

terça-feira, 28 de maio de 2013

CHAMA QUE QUEIMA!

CHAMA QUE QUEIMA!

Ponto de inflamação são teus olhos
Fulgor de lua cheia é o teu cheiro
Ponto de ignição são teus cabelos
A que temperatura os corpos atingiram
quando estão a se amarem?
Não vi nada a respeito, muito menos
 tinha um termômetro para medir,
só sei que ferve como chama em
labaredas descontroladas.
Assim é como te amo...
E assim é o meu amor por você...
Cinzas brancas completavam a paisagem,
deve ser o imaginário depois de fazer amor.
Morto estático quebrável que  não se componha, enquanto não restabelecia os carinho que só você sabe dar, fazer,

aplicar, dedicar!
Um sorriso ajuda, um pensamento afirma a teoria e a consciência dar o veredito final da situação, só depende de nós...
Brota da alma como fumaça

“onde tem fumaça tem fogo”
Como a arte que também brota

da alma e se fixa no papel que
revela a cor  e o tamanho da sua alegria...
Só por amar estamos a ganhar,

estamos a sorrir.
Pois esse fogo  feito vulcão

embernado e é só te ver para
o calor aumentar até cair no

descontrole  de querer você
todo dia, toda hora e todo minuto.
Chama que queima é a mesma

chama que aquece e se renova
só em te ver é a chama do amor
que sinto por você...

Escrito em 24 de maio de 2013, por Orlando Oliveira.
ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Enviado por ORLANDO DA BANDA PELO MENOS em 25/05/2013
Reeditado em 25/05/2013
Código do texto: T4308471
Classificação de conteúdo: seguro


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ENDEREÇO DA OBRA RECANTO DAS LETRAS DE Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


UM DIA FUI ASSIM!

Comentários
28/05/2013 21:12 - Marta Cavalcante Paes
ORLANDO AMIGO DA POESIA. DESTACO O SEGUINTE VERSO: "Chama que queima é a mesma chama que aquece e se renova só em te ver é a chama do amor que sinto por você..." Parabéns pela sensibilidade de sua alma. Abraço poético.

27/05/2013 14:45 - Lianatins
Amor é paixão que queima, que arde, que incendeia o coração... Amor é viver o momento e deixar acontecer....É tremer no toque, ofegar ao som da voz, perder a razão na presença e enlouquecer com a ausência...Encantada com sua poesia amigo poeta Orlando,sempre com seus envolventes escritos de amor!Um bom inicio de semana desejo,com muita paz no coração.

27/05/2013 08:46 - igs
O amor é chama que queima o coração e nesse amor eu quero morrer queimado e pelo que li você já estar tostado rsrsrs parabéns é uma magnifica poesia meu amigo poeta...israel.

26/05/2013 10:04 - Ilmar
Chama inspirada e fascinante, amigo! Um abração!

25/05/2013 20:32 - OTAVIO JM
Venho agradecer sua presença na ciranda DEPOIS DE AMAR, para que ficasse uma obra gostosa de ser lida, publiquei o quinto movimento, espero que aprecie sua participação, que também vou lançar via rede social, caso deseje publica-la, avise-me e a envio por email... Uma excelente noite e novamente muito obrigado!

25/05/2013 19:23 - Sô Lalá
Boa noite Orlando. Inspiração poética a flor da pele. O amor segundo aos poetas, é brasa que queima sem a gente ver. Um abraço e um bom fim de semana.
25/05/2013 13:03 - Heloi Lima
Pela tua musa você usa e abusa de versejar envolvente.Parabéns, sucesso e abraço!














ORLANDO DA BANDA PELO MENOS
Aracaju/SE - Brasil, 51 anos
443 textos (13986 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/05/13 03:42)



Nenhum comentário:

Postar um comentário